O que fazer quando o mundo não acaba (crônica)

Muita gente esperava pelo fim do mundo que não veio na data marcada. Sim, digo muita gente, porque existe um desejo secreto em cada um de nós de não precisarmos voltar a trabalhar na segunda-feira. Ou você não reparou que o fim do mundo da profecia Maia caiu numa sexta? E agora, o que fazer já que o mundo não acabou?

Bem, segunda-feira você volta a pegar no batente, seu carnê do crediário continua uma brochura e seu salário continua terminando no dia 21, bem antes do fim do mês e do mundo. Mas pense nas coisas boas que ainda podem acontecer! Quais? Bem, não sei fazer previsões, mas sei que você ainda pode recomeçar com uma nova configuração.

Para tanto sugiro a leitura de “Mind Set! – Eleven Ways to Change the Way You See – and Create – the Future”, de John Naisbitt (autor de “Megatrends”), lançado no Brasil há alguns anos com o pasteurizado título de “O Líder do Futuro – 11 conceitos essenciais para ter clareza num mundo confuso e se antecipar às novas tendências”.

A ideia do título original em inglês é de uma nova configuração mental para você enxergar o futuro com maior clareza e preparar-se para ele. O autor propõe uma espécie de “reset” e a instalação de 11 “mindsets”, que não vou traduzir porque se você ainda não saiu da lição do “the book is on the table” é melhor incluir um“mindset zero” tipo “Aprender inglês”.

1. Most Things Remain Constant
2. The Future Is Embedded In The Present
3. Focus On The Score Of The Game
4. Understand How Powerful It Is Not To Have To Be Right
5. See The Future As A Picture Puzzle
6. Don’t Get So Far Ahead Of The Parade That They Don’t Know You Are In It
7. Resistance To Change Falls For Benefits
8. Things That We Expect To Happen Always Happen More Slowly
9. You Don’t Get Results By Solving Problems, But By Exploiting Opportunities
10. Don’t Add Unless You Subtract
11. Consider The Ecology Of Technology

Agora vamos à minha paráfrase nem um pouco canônica, enriquecida com palpites de minha autoria.

1 – Na vida tudo é passageiro, menos o cobrador e o motorista. 

Apesar de muita coisa mudar, há coisas que não mudam. As pessoas continuarão a comprar, vender, trabalhar, criar filhos etc. Invente algo para as pessoas fazerem o que já costumam fazer. Só que diferente.

2 – O futuro é uma azeitona na empada presente. 

Conhecer história e acompanhar o presente é essencial para se entender o futuro. O segredo é saber filtrar opiniões — inclusive as minhas — e parar de engolir tudo o que a sociedade e a mídia derramam em sua mente. Apesar do ditado popular, a voz do povo nunca foi a voz de Deus.

3 – Fique de olho no placar. 

Empresas dizem que vão fazer isso e faturar aquilo. Não acredite. O garoto que vende balas no semáforo lucra mais que aquele CEO que a capa da revista diz ser a última bolacha do pacote. No fim do dia o garoto volta pra casa com 100% de lucro. O CEO volta devendo mais para os bancos.

4 – Fazer xixi fora do penico nem sempre é ruim. 

Inovadores são os que desafiam o “status quo” e ousam fazer aquilo que ninguém acredita dar certo. Não se preocupe em estar 100% nos trilhos. Nem o professor que ensinava matemática a Einstein acreditava nele. É por isso que nem eu acredito em mim. Quem sabe assim dá certo!

5 – O futuro é um quebra-cabeça. 

Esqueça o pensamento sequencial, lógico, racional. Pense aleatoriamente. Dois mais dois pode dar quatro, mas não precisa deixar o segundo dois assim montado no primeiro. Deixe um pouquinho mais longe e o resultado é melhor: vinte e dois.

6 – Nem o porta-bandeira fica longe do bloco. 

Grandes ideias fracassaram por estarem muito à frente de seu tempo. Mantenha-se numa posição em que possa ser visto pelo mercado. Não siga este conselho se estiver devendo na praça.

7 – Se a macarronada for boa a gente até gosta da sogra. 

A resistência à mudança desaparece quando os benefícios são visíveis. Se as pessoas que você lidera não estiverem aceitando benefícios que são claros para você, o problema pode estar na sua comunicação.

8 – Devagar com o andor que o santo é de barro. 

Aquilo que você espera acontecer sempre demora mais do que você espera. Sua casa ainda não é no estilo Jetsons e seu carro ainda não voa. O videofone foi inventado há quarenta anos, mas foi só com a Internet que ele começou a fazer sentido.

9 – Quem resolve problemas ganha salário; quem explora oportunidades ganha comissão. 

Resolver problemas é trabalhar no ontem, mas buscar oportunidades é viver o amanhã. Uau! Esta eu vou emoldurar!

10 – Um é pouco, dois é bom, três é demais. 

Você só pode acrescentar um novo craque no time se tirar alguém ruim. Quando eu era menino, o professor de educação física me colocava no gol para completar onze. Depois me tirava quando chegava qualquer um. Na empresa não vai ser diferente.

11 – Não se esqueça da ecologia da tecnologia.

Nem tente inventar um par de sapatos modelo único para todas as mulheres. A tecnologia possibilita muitas coisas, mas elas não farão sentido se não levarem em conta os anseios da natureza humana.

Pronto, espero que estes onze “mindsets” ajudem você a se preparar para o futuro. Se não ajudarem, um eu tenho certeza de que irá ajudar. O “mindzet zero”.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.