Author:
• sábado, dezembro 20th, 2014

Existe um tempo
em que somos do mundo
e na evolução
somos o mundo em nós.
Somos, quase nada
apenas, o calor que espanta
o frio da alma.

Felicidade, o que és?
Sorriso, alegrias
Momentos, fração do tempo.

Preciso superar as regras
hábitos, insegurança
quero construir
fazer crescer a vida
“humanizar a terra
ser paisagem de amor”.

Sei e não busco o que sei.

Category: Isar Silveira, Poetisas  | Tags:
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.