Author:
• segunda-feira, dezembro 22nd, 2014

Quero-te na ânsia do amor maior
Quero teu perfume a meu derredor,
Teu peito inflamado a me abraçar…
Nas horas de angústia quero te ouvir,
E quando é ventura, juntos a sorrir,
Escutar teu canto a me embalar.

É um querer sublime esse meu desejo,
Além dos sentidos, sem pudor, sem pejo,
Alça longos vôos, esparge ao infinito.
Simbiose funda de alma e matéria,
Caso complicado, brincadeira séria,
Que faz no meu mundo tudo mais bonito…

Caso complicado… pois tanto querer
Gera em boa dose um misto de sofrer,
Por amar-te tanto, tão profundo assim…
Se tu me deixares, se eu perder-te um dia
E não mais gozar tua companhia,
Sofro por pensar o que será de mim…

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.