Author:
• terça-feira, dezembro 23rd, 2014

Abraçar-te forte, deitada na areia,
Ter-te sobre mim, sedento de amor,
Sorver o teu beijo, que me incendeia,
Abrir-me em desejo, sem nenhum pudor…
Celebrar teu íntimo a me desvendar,
A me possuir, em carícias tamanhas,
Sob o testemunho de um doce luar,
Sou de ti completa, até às entranhas…

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.