Author:
• terça-feira, dezembro 23rd, 2014

Na procura do meu “eu”
Faço um retrato falado.
Que depois de terminado
Sinto que algo não bateu.

Sinto que algo se perdeu
Sinto que algo deu errado
Este ar atarrancado
Não creio que seja meu.

Ponto a ponto…traço a traço
Faço…defaço…refaço…
Mas surge a mesma expressão.

Cansado percebo enfim
Que tudo que sei de mim
…É só uma mera ilusão…

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.