Author:
• quarta-feira, dezembro 24th, 2014

Deus está pedindo estrita conta do meu tempo
E é preciso do tempo já dar conta.

Mas, como dar sem tempo tanta conta ?
Eu, que perdi sem conta tanto tempo ?
Para ter minha conta feito a tempo
Dado me foi bom tempo e não fiz conta.

Não quis, sobrando tempo fazer alguma conta.
Quero agora fazer conta e não tenho mais tempo.
Oh ! vos que tendes tempo sem conta
Não passeis vosso tempo ignorando vossa conta.
Cuidai, enquanto há tempo, de fazer conta.

Se aqueles que contam com tempo sem conta,
Fizessem desse tempo alguma conta,
Não chorariam agora por não terem mais tempo!!

Category: Eloy Franco, Home, Poetas  | Tags:
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.