Author:
• terça-feira, setembro 15th, 2015

Pego pedaços de pensamentos
Que o amor cavalga com gentileza
Enquanto pulam de uma cabeça para outra
Procurando o caminho do coração
E deles faço uma flor
Tão bela flor

Um tanto quanto imperfeita
Porque só eu posso vê-la
Perdão
Os que amam também

Caminho no parque
Tantos canteiros atiram flores aos olhos
De quem passa olha e fica mais bonito

Ipês amarelos tão altos
De onde caem flores sem pressa
E molemente como suspiros
Sem compromisso
Chegam ao chão

E me ponho a deliciar com a ideia
De que as flores
As que todos podem ver
São amores materializados

Joel Cavalcante

Category: Joel Cavalcante  | Tags:
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.