Author:
• sábado, outubro 10th, 2015

Ao soar seu lindo canto
Vi um pássaro engaiolado,
E seu canto soa intenso
Como se liberto entoasse.

Alheio a maldade humana
Sem saber o que te roubaram,
Segue sua vida cantando
Encantando a quem te faz mal.

Ah se você soubesse,
Quanta maldade te fazem
Levando o que te pertence
O que te é mais sagrado.

Suas asas para voar
Se atrofiam nas malditas grades
Que o homem sem consciência,
Te impede a liberdade.

Melhor mesmo não teres ciência
Das maldades nada entender
E continuarás na pureza
Que nós humanos teremos que reaver.

Neuza Maria De Barros
05/10/2015

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.