Archive for ◊ novembro, 2015 ◊

Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015

Aquele beijo roubado
Que um dia de mim levou
Em minha boca marcou
Um sentimento de amor.
Mas esse beijo enganou
Por uma vida a fio
E levando pensando existir
Um amor que nunca floriu.
E tudo não passou de paixão
Que com o tempo extinguiu
Mas o beijo não esqueci
Por tempos na memória ficou,
Somente por ter me roubado
Um beijo que nunca foi seu.

Neuza Maria De Barros
12/01/2015

Category: Home, Neuza Maria de Barros, Poetisas  | Tags:  | Comments off
Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015

Esse voo é generoso
Faz sentir a energia
Percorrendo todo o corpo
Impressões que extasiam.
Explorando os sentidos
Em abraços que se encontram
Deixa a vida colorida,
E faz alegre os corações.
Esse natural encontro
De um abraço apertado
Seja esse com parentes,
Amigos ou enamorados,
Presenteiam em sensações
Que a mim se manifesta
Como um rio chegando ao mar
Esperado com um abraço
E suas águas misturando
Por viver em mesmo espaço.

Neuza Maria De Barros
22/11/2015

Category: Home, Neuza Maria de Barros, Poetisas  | Tags:  | Comments off
Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015

Quando a lua tão linda
Desperta no horizonte
Parece que chega trazendo
Uma melodia envolvente
Ou um som que silencia
Em silêncio que contagia
Com muita leveza no ar,
Como uma fada a voar.
E com voz suave ecoando
Em magias no ar espalhando
Inpirando a doces poemas
Que em amor vem expressar.
Suavemente rompendo o dia
Vaidosa no céu a encantatar,
Não nos ofertando somente
Nossas horas repousantes
Também traz renovacões
Para o novo recomeçarmos.

Neuza Maria de B.Winkler
13/04/2015

Category: Home, Neuza Maria de Barros, Poetisas  | Tags:  | Comments off
Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015

Essa companhia amiga,
Tão simples e agradável
Me abraça, me envolve, me habita,
Me protege do que desagrada.
Te sinto em todas as horas,
Horas boas e nem tanto assim,
As vezes sem que peças licença
Me domina em sensações
Mas sempre que me conduz
Me ensina novas lições.
A mim traz novos conceitos,
Rumos e até direções.
Contigo não há perigos, nem medos
E nem solidões.
Traz compreensões além
Onde tudo é plausível
Sem recusas e decepções.
Me ausenta da desconfiança
Que em muros e grades me pois
Gerindo à liberdades
Que deixa mais leves as visões,
Sem conceitos e preconceitos
Pois confia e entrega a vida
A tudo que tem que ser.
Minha mestra, minha menina
Que bom te reencontrar
A tanto de mim perdida
Hoje e eternamente
Juntas haveremos de estar.

Neuza Maria De Barros
17/11/2015

Category: Home, Neuza Maria de Barros, Poetisas  | Tags:  | Comments off
Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015

Pulsa forte
E tem domínio,
Mas liberta
E acalma,
Tem um brilho que irradia
E reflete em alegrias,
Ilumina e regenera,
Da coragem e ousadia,
Também traz a temperança
Gratidão e confiança.
Leva a mágoa e perdoa,
Sou aquele que equilibra
Todas emoções doentes
Seja inveja ou ciúmes,
E outras tantas que sentes.
Você já adivinhou
Sou eu mesmo o amor,
Quem quiser ficar comigo
Vive em paz e elimina
As dores de sofrimentos
Que só tristezas irradiam.

Neuza Maria De Barros
13/11/2015

Category: Home, Neuza Maria de Barros, Poetisas  | Tags:  | Comments off
Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015

Somos feitos de coragem
Basta usar a ousadia
E vencemos situações
Que ao ver, nem se acredita.

Luz de novo aqui habita,
E o sol volta a brilhar
Sobrepondo a tempestade
Que por dias fez chorar.

Neuza Maria De Barros
12/11/2015

Category: Home, Neuza Maria de Barros, Poetisas  | Tags:  | Comments off
Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015

Constante levo comigo,
Esse amor que eu sinto
Esse sol que não se apaga,
Luz que sempre reflete
Mesmo sob nuvens encoberto.
Quisera ser apenas seu brilho
Em facho de luz reluzente
Iluminando o que escuresse
E a brilhar eternamente.

Neuza Maria De Barros
07/11/2015

Category: Home, Neuza Maria de Barros, Poetisas  | Tags:  | Comments off
Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015

Sou quem planto meu destino
Desfolhando as folhas mortas
Renovando o meu jardim
Retirando matos que em mim brotam.
Sou eu quem me acordo
Pra viver um novo dia,
Sou eu quem faço escolhas
E o sabor de cada hora,
Sou eu quem me defino
Nas tristezas ou alegrias.
E sigo sempre insistindo
Em te ter em todas as horas,
Pois em horas que afastados
Me perco na noite escura.
Só você me traz a luz
E a coragem que desafia
Sejam plenas as estradas
Ou acidentadas trilhas,
Em que a vida me destina.
Então que o amor se plante
Em mim como oração constante
E regado com muito carinho
Multiplique a plantação.

Neuza Maria De Barros
06/11/2015

Category: Home, Neuza Maria de Barros, Poetisas  | Tags:  | Comments off
Author:
• terça-feira, novembro 24th, 2015


Leia mais

Category: Home, Joel Cavalcante, Poetas  | Tags:  | Comments off
Author:
• segunda-feira, novembro 23rd, 2015

Quando te olho
Vejo um olhar meigo
E palavras de carinho
Em cada parte do seu rosto
Sonho tanto…
Tanta poesia existe em ser poesia
Que não canso de olhar

Quando te olho
Vejo a carne por baixo do vestido
A mostrar-se também tão meiga
E respostas de carinho
Para nascerem a cada toque

Sua carne tem a têmpera da sua alma
Fala de coisas tão boas
Que não tendo conhecimento o inocente
Sabe que é o amor primeiro amor
Tantos outros surgirão
E cada um será primeiro amor
Seu encanto faz que seja assim

Joel Cavalcante

Category: Home, Joel Cavalcante, Poetas  | Tags:  | Comments off