Author:
• segunda-feira, junho 13th, 2016

Quando a noite vem chegando,
Com o sol se despedindo
Vem a lua despertando
E de luz iluminando.

Em seu brilho transparente
Chega alva e reluzente,
Com a nudez que se iguala
A pureza da infância.

E assim eu me aconchego,
Nessa imagem evocando
Eu vivendo essa criança
Que viva ainda se aclama.

Neuza M. Barros
10/04/2016

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comments are closed.