«

»

jan 04 2017

Imprimir Post

‘Público’: No Brasil, traficantes de droga estão em guerra pelo negócio da cocaína

Artigo publicado nesta quarta-feira (4) pelo jornal português Público diz que após manchetes na Colômbia e México, as guerras territoriais entre grupos criminosos ligados ao narcotráfico estão no Brasil.

O texto lembra o massacre ocorrido no dia 1 de janeiro no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, a maior cadeia do estado do Amazonas, onde 56 detidos morreram em confronto entre duas facções rivais.

A autora destaca que nem mesmo os mais desligados da realidade podem se dizer surpresos ou ignorar o que está acontecendo. As prisões brasileiras – como as fronteiras, os subúrbios das grandes cidades e os morros e comunidades do país –, vivem diariamente em clima de violência extrema por conta do tráfico de droga, que aumentou desde que os dois grandes cartéis decidiram expandir suas operações.

No Brasil, como ainda acontece no México e já aconteceu na Colômbia, o violento, lucrativo e ilegal negócio do tráfico de droga – no caso, cocaína – é dominado por organizações criminosas poderosas, que prosperaram ao ponto de substituírem a autoridade e assumirem as funções do Estado nas suas áreas de influência, dando trabalho, providenciando habitação,  serviços de transporte ou cuidados médicos à população, descreve a Rita Siza.

Dois grupos têm expressão nacional, analisa a autora do artigo: o Comando Vermelho, fundado no Rio de Janeiro no final da década de 70, sendo o primeiro cartel da droga brasileiro; e o Primeiro Comando da Capital, ou PCC, nascido na megalópole de São Paulo em 1993 e convertido na maior organização criminosa do país.

Para finalizar seu artigo Rita observa que com fronteiras relativamente desprotegidas com a Colômbia, o Peru e a Bolívia, os três maiores produtores mundiais de coca e cocaína, o Brasil nem precisa de grande esforço para “alimentar” o ávido mercado doméstico. A droga circula com facilidade através do território quase selvagem das regiões fronteiriças, que de resto já estava “batido” pelas redes de contrabando com rotas de distribuição estabelecidas para os grandes centros urbanos do país.

Fonte:JB

Sobre o autor

Webmaster

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/01/04/publico-no-brasil-traficantes-de-droga-estao-em-guerra-pelo-negocio-da-cocaina/