fev 22 2017

Arroz de forno cremoso

Ingredientes
1 embalagem creme de queijo Knorr
2 xícaras de leite
1 tomate médio sem pele e sem sementes picado
1 peito de frango cozido e desfiado
1/2 xícaras de cogumelo picado
3 colheres de sopa cheiro-verde picado
3 xícaras de arroz cozido

Para gratinar
1 colher de sopa queijo parmesão ralado

Modo de Preparo
1. Preaqueça o forno em temperatura média (180°C).
2. Unte um refratário retangular médio (31 x 19 cm) e reserve.
3. Em uma panela média, dissolva o creme de queijo Knorr no leite. Cozinhe em fogo médio, mexendo sempre, até ferver e engrossar. Reserve.
4. Em uma tigela média, junte o tomate, o peito de frango desfiado, o cogumelo, o cheiro-verde e o creme de queijo Knorr reservado. Misture.
5. Coloque no refratário untado metade do arroz, distribua metade do creme de queijo com frango, faça outra camada de arroz e finalize com o restante do creme de queijo com frango. Cubra com o queijo ralado e leve ao forno por 15 minutos ou até aquecer.
6. Sirva em seguida.

Variação
1. Se preferir, adicione azeitonas verdes picadas e meia cenoura ralada.

Fonte:Mundo Positivo

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/22/arroz-de-forno-cremoso/

fev 22 2017

Por que o Havaí pode declarar guerra ao protetor solar

Desde pequenos aprendemos que usar protetor solar é essencial para evitar queimaduras solares e câncer de pele, ainda mais na praia. Mas se por um lado a proteção contra a radiação ultravioleta é uma aliada dos banhistas, por outro, o uso indiscriminado de determinados cremes protetores pode prejudicar seriamente um dos ecossistemas marinhos mais ricos e delicados do mundo: os recifes de corais.

É que muitos dos protetores solares disponíveis no mercado contêm duas substâncias químicas — a oxibenzona e o octinoxato — que estudos científicos realizados em laboratório associam a problemas de reprodução de corais e ao seu branqueamento, o que os deixa enfraquecidos, e com o tempo, leva à morte (fenômeno que também é desencadeado com o aquecimento das águas pelas mudanças climáticas).

Em 2016, uma equipe de cientistas americanos relatou que essas substâncias poderiam interromper o crescimento de corais, e que a oxibenzona, em particular, é tóxica para sete espécies. Esses filtros químicos são liberados da pele a medida que as pessoas mergulham, nadam, surfam ou mergulham no mar.

Nas águas do Havaí, pesquisadores observaram que a oxibenzona alcança concentrações 30 vezes superiores ao nível considerado seguro para corais. Como muito do sucesso da região se deve ao turismo ecológico, que depende dos corais, os legisladores já articulam um plano para proibir a venda e uso de protetores solares que contenham essas substâncias por lá.

No começo do ano, o senador Will Espero apresentou um projeto de lei ao congresso estadual que proíbe produtos que contenham oxibenzona e octinoxato (exceto sob prescrições médicas) em todo o Havaí. Ele argumentou que a medida é crucial para a manutenção da saúde dos recifes de corais, essenciais para o turismo da região.

O site do Departamento de Havaí de Terras e Recursos Naturais lança o alerta: “[Estes produtos químicos] causam deformidades em larvas de coral (planulae), tornando-as incapazes de nadar, desenvolver e formar novas colônias de coral. Também aumenta a taxa de branqueamento dos corais. Isso põe em risco a saúde dos recifes e reduz a resiliência às mudanças climáticas”.

A medida encontra resistência de fabricantes de protetores solares, que dizem que as evidências científicas ainda não são fortes o suficiente para justificar uma proibição. Pelo visto, a guerra aos protetores solares nocivos está só começando.

Fonte: Revista Superinteressante

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/22/por-que-o-havai-pode-declarar-guerra-ao-protetor-solar/

fev 22 2017

Angelina Jolie mostra como cozinha aranhas e escorpiões para os filhos

A atriz e diretora americana Angelina Jolie mostrou que não precisa de dublê quando o assunto é comida exótica.

Em entrevista à BBC no Camboja, ela apresentou aos filhos a culinária local.

Também cozinhou e comeu diversos tipos de insetos, entre os quais aranhas e escorpiões, sem pudores em frente às câmeras.

Angelina disse acreditar que os animais sempre fizeram parte da dieta dos cambojanos, tendo tido papel importante durante a guerra civil que assolou o país na década de 70.

Naquela época, segundo Angelina, devido à privação de alimentos, os insetos acabaram garantindo a sobrevivência da população.

A atriz está no Camboja para lançar seu novo filme, ‘First They Killed My Father’ (‘Primeiro Eles Mataram Meu Pai’, em tradução livre), sobre a época do Khmer Vermelho.

O objetivo, segundo ela, é conscientizar o mundo sobre a brutalidade do regime comunista, responsável pela morte de 1,7 milhão de cambojanos.

Fonte:BBC Brasil

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/22/angelina-jolie-mostra-como-cozinha-aranhas-e-escorpioes-para-os-filhos/

fev 22 2017

China terá 1º ‘aeroporto’ de aves migratórias do mundo

Todos os anos, centenas de milhares de aves atravessam continentes em busca de um lugar com boas condições para reprodução ou simplesmente mais agradável, longe da severidade do inverno. A rota leste asiático-australiana é uma das mais importantes para aves migratórias aquáticas e também uma das mais ameaçadas do mundo.

Atravessando mais de 20 países, da Nova Zelândia ao Alasca, e cobrindo a maior parte do leste asiático e oeste do Pacífico, ela sofre com a perda de habitats para o avanço de cidades e com a fragmentação dos seus ecossistemas naturais, que servem de apoio para as aves migratórias.

A vida no céu é difícil — algumas aves chegam a percorrer 11 mil km durante 10 dias sem comida ou água. Em uma tentativa de aumentar o habitat desses animais, a província de Tianjin, na China, com financiamento do Banco Asiático de Desenvolvimento, vai construir o primeiro “aeroporto” para aves migratórias do mundo, no Mar Amarelo.

A região lançou um concurso de design internacional para escolher um projeto bem especial. Na proposta vencedora, do escritório McGregor Coxall, o Santuário de Aves de Lingang reproduz as condições ambientais ideais para atrair e oferecer refúgio para várias espécies de aves ameaçadas de extinção.
Abrangendo 600 mil metros quadrados (m²), a paisagem será projetada especificamente para suportar as necessidades de mais de cinquenta espécies de pássaros em três habitats litorâneos diferentes, que incluem um lago com corredeiras suaves e manguezais.

Fonte:Revista Exame

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/22/china-tera-1o-aeroporto-de-aves-migratorias-do-mundo/

fev 22 2017

Sete ‘irmãs’ da Terra são descobertas por cientistas

Cientistas anunciaram nesta quarta-feira a descoberta de sete planetas muito parecidos com a Terra fora do sistema solar. Segundo o estudo, que ganhou a capa da revista Nature desta semana, os exoplanetas (planetas ao redor de estrelas diferentes do Sol) orbitam a zona temperada da estrela anã TRAPPIST-1, a 39 anos-luz de distância (cada ano-luz corresponde a 9,46 trilhões de quilômetros) do Sol. Isso significa que eles têm temperaturas que variam entre 0°C e 100°C, o que faz com que alguns deles possam ter água líquida sobre a superfície, condição essencial para o surgimento de vida. De acordo com os cientistas, a descoberta demonstra que planetas “irmãos” da Terra são abundantes no universo e podem ajudar na busca por sinais de vida fora do globo.

“É a primeira vez que tantos planetas desse tipo são encontrados ao redor da mesma estrela”, afirmou o astrofísico Michaël Gillon, da Universidade de Liège, na Bélgica, que liderou o estudo.

Fonte: Revista Veja

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/22/sete-irmas-da-terra-sao-descobertas-por-cientistas/

fev 22 2017

Câmara aprova documento único para brasileiros

São Paulo – A Câmara dos Deputados aprovou ontem um projeto para criar o Documento de Identificação Nacional (DIN), um documento único que reuniria todos os dados dos brasileiros por meio de uma tecnologia de chip. O texto ainda vai ser enviado para o Senado e, se aprovado, passará pela sanção do presidente Michel Temer (PMDB).
O projeto de lei, que tem o número 1775/15, foi enviado ao Congresso pela União. O texto aprovado ontem, contudo, era um substituto feito pelo deputado Julio Lopes (PP-RJ).

De acordo com o projeto, o DIN iria dispensar a apresentação de outros documentos nacionais (como o RG, CPF e título de eleitor). Ele seria emitido pela Justiça Eleitoral ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a outros órgãos, podendo inclusive substituir o título de eleitor.

O documento seria impresso pela Casa da Moeda e teria o número do CPF como base para identificação do cidadão. Já os documentos emitidos pelas entidades de classe somente seriam validados se atendessem os requisitos de biometria e de fotografia conforme o padrão utilizado no DIN. As entidades de classe teriam ainda dois anos para adequarem seus documentos aos requisitos exigidos pelo novo documento.

Identificação nacional

O projeto prevê ainda que o documento seja emitido com base na Identificação Civil Nacional (ICN), um cadastro que usaria a base de dados biométricos da Justiça Eleitoral, a base de dados do Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (Sirc), da Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC – Nacional), da Justiça Eleitoral, dos institutos de identificação dos estados, do Instituto Nacional de Identificação, entre outros órgãos.

Essa nova base de dados seria armazenada e gerida pelo TSE, que teria de garantir o funcionamento simultâneo entre os sistemas eletrônicos governamentais, ou seja, uma comunicação eficiente sem problemas de compatibilidade.

O TSE garantiria à União, aos estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao poder legislativo o acesso à base de dados da ICN, de forma gratuita, exceto quanto às informações eleitorais. A integração da ICN ocorreria ainda com os registros biométricos das polícias Federal e Civil.

Seria proibida a comercialização, total ou parcial, da base de dados da ICN, com pena de detenção de 2 a 4 anos e multa para quem descumprir essa proibição.

Além disso, o projeto prevê a criação um comitê da ICN, composto por três representantes do Executivo federal, três representantes do TSE, um da Câmara dos Deputados, um do Senado Federal e um do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
Se o projeto for aprovado no Senado e sancionado por Temer, o comitê teria a atribuição de recomendar os padrões técnicos da ICN e as diretrizes para administração do Fundo da Identificação Civil Nacional (FICN), que custearia o desenvolvimento e a manutenção do cadastro.

*Com informações da Agência Câmara.

Fonte: Revista Exame

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/22/camara-aprova-documento-unico-para-brasileiros/

fev 14 2017

Mark Zuckerberg está processando centenas de vizinhos no Havaí

Fato irônico: Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, é muito preocupado com sua privacidade. Tão preocupado, de fato, que após comprar um terreno de 2,8 quilômetros quadrados na ilha de Kauai, no Havaí — área equivalente à do bairro de Pinheiros, em São Paulo, ou três vezes o bairro da Graça, em Salvador —, ele está processando todo mundo que mora no pedaço.

O lote de terra, adquirido em 2014, custou 100 milhões de dólares e veio com um problema de brinde: em uma parte dele, os vizinhos podem entrar sem autorização do dono. A razão é uma questão legal e histórica de mais de um século.

Entre 1850 e 1855, a região da ilha de Kauai que agora servirá de refúgio a Zuckerberg foi parcelada e concedida a pequenos agricultores nascidos no próprio Havaí. Para garantir que a medida de distribuição de terra fosse respeitada, as autoridades da época determinaram que a posse seria hereditária e que essas áreas não poderiam ser vendidas nem por vontade da família do dono original. O tempo passou e essa espécie de reforma agrária parou de dar frutos: hoje, várias dessas áreas são improdutivas e muitos herdeiros sequer sabem que têm direito sobre elas.

Ou seja: é pouco provável que algum estranho seja pego fazendo um churrasco no quintal do milionário. Mas, pelo menos em teoria, não há nada que impeça algo do tipo. Para conseguir de vez a posse do local, Zuckerberg entrou em contato com especialistas na história do Havaí para traçar a árvore genealógica dos donos originais e encontrar seus herdeiros vivos, e sua equipe de advogados foi atrás de uma brecha legal que permita que eles vendam suas terras para ele.

O dinheiro investido deu retorno: o CEO descobriu que se a justiça provar que as propriedades são improdutivas, elas serão postas em leilão aberto ao público independente de sua situação legal anterior. Pelo menos oito terrenos que estão na mira do fundador do Facebook se encaixam nessa categoria.

Um caso particular foi destacado pelo jornal local The Garden Island : o de Manuel Rapozo. Em 1894 o homem, dono de quatro parcelas de terra, fechou um contrato de locação financeira com a empresa Kilauea Sugar Plantation, que passou a explorar sua propriedade. Ele morreu sem deixar testamento, e 80% de seus herdeiros, que são mais de 150 pessoas, não fazem a menor ideia de quem tem direito, cada um, a 1% ou até 0,25% da área, que hoje vale 1,1 milhão de dólares. Todos precisarão ser encontrados e chamados para os leilões, e todos receberão alguns milhares de dólares para garantir a integridade do humilde quintal de Zuckerberg. Trabalho para um pequeno exército de advogados.

Em seu perfil no Facebook, o bilionário deu sua versão dos fatos: “ninguém será expulso da terra. A maior parte dessas pessoas vai receber dinheiro por algo que nem sabiam que tinham. Nós amamos o Havaí e queremos ser bons membros da comunidade”. Apesar das objeções éticas, as centenas de processos que foram abertos realmente não geraram nenhum atrito grave com as famílias do local.

Não é a primeira vez que ele gasta uma quantidade descomunal de dinheiro para sair do radar. Após comprar sua casa “titular”, uma propriedade de 7 milhões de dólares em Palo Alto, na Califórnia, ele também comprou as quatro casas vizinhas. Sua ideia era demolir todas e construir versões menores, com as janelas posicionadas de tal forma que fosse impossível observar qualquer canto de sua propriedade. Depois, ele decidiu que era mais fácil simplesmente comprar essas casas e anexá-las às suas posses. As autoridades locais precisaram lembrar o bilionário que as leis de zoneamento e o plano diretor do local não permitiriam tanta ostentação.

Fonte:MSN

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/14/mark-zuckerberg-esta-processando-centenas-de-vizinhos-no-havai/

fev 14 2017

Governo da Coréia do Sul oferece bolsas de pós-graduação

O Governo da Coreia do Sul está com inscrições abertas para o Programa de Bolsas de Estudo para alunos de Pós-Graduação 2017. Neste ano, estão disponíveis até seis vagas para estudantes brasileiros.

As bolsas são válidas por um período de três anos para mestrado e quatro anos para doutorado, incluindo um ano de estudo da língua coreana.

Mais Informações sobre a seleção estão no site da Embaixada da República da Coreia no Brasil.

Os interessados podem se inscrever até 10 de março.

Fonte:MSN

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/14/governo-da-coreia-do-sul-oferece-bolsas-de-pos-graduacao/

fev 14 2017

Após prisão, jornalistas brasileiros deixam a Venezuela

O Itamaraty informou na noite deste domingo que os jornalistas da TV Record Leandro Stoliar e Gilson Souza, que foram presos na Venezuela ao fazer reportagem sobre corrupção envolvendo a Odebrecht e autoridades locais, acabam de decolar de Caracas, em voo comercial com destino a Lima, no Peru. De lá, eles vão partir para São Paulo.

“Desde que foi informado da detenção dos repórteres, o governo brasileiro, por instrução do próprio presidente Michel Temer, atuou junto às autoridades venezuelanas no sentido de que fossem prontamente libertados”, diz nota do Itamaraty.

O órgão explicou ter optado “pela realização de contatos diretos, sem divulgação passo a passo, de modo a evitar que sua repercussão prematura pudesse complicar o processo”. “Ao afirmar seu compromisso com os direitos humanos, o governo brasileiro reitera sua posição em defesa da liberdade de imprensa, cuja contribuição é indispensável ao pleno exercício da democracia”, acrescentou o Itamaraty.

Os jornalistas foram presos no sábado no estado de Zulia, no norte da Venezuela, aproximadamente às 12 horas do horário local. A equipe foi detida pelo Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin) junto a dois ativistas venezuelanos, José Urbina e María Jose Túa. Segundo a ONG Transparência Venezuela, os jornalistas brasileiros investigavam denúncias de suborno por parte da construtora Odebrecht no país vizinho.

A Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel) repudiou “veementemente” a ação do governo venezuelano em nota. “Tal decisão é abominável e digna apenas de regimes ditatoriais que não aceitam o livre exercício da imprensa e temem a verdade”, afirma o comunicado. Segundo a Abratel, todo o equipamento e o material jornalístico produzido pela equipe foram apreendidos.

Fonte:Estadão

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/14/apos-prisao-jornalistas-brasileiros-deixam-venezuela/

fev 14 2017

Um cara na Inglaterra continua usando um Nokia 3310

 

Dave Mitchell tem 49 anos e é devoto do seu velho celular. O pessoal da imprensa britânica está afirmando que ele é o feliz proprietário do “celular mais antigo em atividade na Grã-Bretanha”. Considerando que o modelo que ele usa é um Nokia 3310 de 17 anos de idade, a afirmação tem fundamento.

• Este maluco dos estilingues mostra que o Nokia 3310 é quase indestrutível
• Uma linha do tempo da complicada relação entre a Nokia e smartphones

O 3310 era confiável, compacto e simplesmente funcionava. Ele era tão resistente que virou meme há alguns anos – O Indestrutível Nokia 3310.

Mitchell diz que seu celular já foi parar na máquina de lavar, o acompanhou no serviço militar no Iraque e ainda assim só precisa ser recarregado “a cada duas semanas”.

Ele contou ao Sun:

Ele já passou por muita coisa comigo. Caiu em várias ocasiões, no chão, no molho curry, já passou até pela máquina de lavar.

Todas as vezes eu só o limpei, sequei e liguei novamente, e estava funcionando. É como se ele fosse feito de kriptonita – é indestrutível.

Ele ganhou algumas cicatrizes durante os anos, mas continua funcionando bem.

Eu tenho uma câmera se eu quiser tirar fotos, e eu não faço selfies.
Ele diz não ser contra a modernização, mas prefere usar a internet num computador e não gosta das armadilhas que estão ligadas à presença contínua dos smartphones. O grande lado negativo é que ele não consegue encontrar uma operadora que ofereça um plano apenas com mensagens de texto e minutos para ligação.

“Meu filho me deu um telefone mais novo com acesso à internet a alguns anos atrás, mas eu simplesmente não queria – minhas necessidades são muito básicas e esse celular tem uma calculadora e jogos como Snake 2 caso eu fique entediado”, disse ele. Depois de jogar Snake 2 no meu navegador por cinco minutos, posso confirmar que ele é como o Nokia 3310 dos joguinhos – incontestável, atemporal e cumpre com seu trabalho.

Parece que não há nenhuma verificação independente de que o celular de Mitchell é o mais velho em uso na Inglaterra. Considerando que a Nokia vendeu 126 milhões do 3310, eu suspeito que alguma outra pessoa ainda usa um desses.

Fonte: MSN

Link permanente para este artigo: http://cabana-on.com/Point/index.php/2017/02/14/um-cara-na-inglaterra-continua-usando-um-nokia-3310/

Posts mais antigos «